Notícias

  • 25/09/2018

    Vivo recebe prêmio durante lançamento do Anuário Tele.Síntese 2018 – Inovação em Comunicações

    Dando sequência a boa temporada de prêmios pela qual a companhia vem passando, a Vivo recebeu na noite da última segunda-feira (24), durante o lançamento do 7° Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicações, o prêmio na categoria “Operadoras de serviços de telecomunicações”. 
     
    O evento, realizado em São Paulo, foi promovido pela editora Momento Editorial e premia as empresas que se destacaram nos segmentos da cadeia produtiva das comunicações sendo elas fornecedores de produtos, fornecedores de software e serviços, operadoras de serviços de comunicações e desenvolvedores de aplicações e conteúdo.
     
    Luiz Medici, diretor de Big Data e 4ª Plataforma, foi quem representou a empresa na cerimônia que, ao todo, premiou empresas em cinco categorias. "Essa conquista veio com a Aura, nossa plataforma de inteligência Artificial (IA), lançada globalmente no início desse ano, e que vem transformando radicalmente a forma como a Vivo se relaciona com os clientes. Aura é mais do que um canal. É a nossa quarta plataforma baseada em tecnologia de ponta, inteligência artificial e big data. Trata-se de um processo para tornar tudo mais fácil e está disponível por meio de aplicativos móveis, sites e também em canais de terceiros como Facebook, Messenger e Google Assistant. Toda vez que a gente inova desta forma, colocando o cliente em primeiro lugar, prêmios como esse serão conquistados”, destacou Medici.
     
    O Anuário
    Em sua 7ª edição, o Anuário Tele.Síntese 2018 – Inovação em Comunicação foi elaborado após pesquisa junto a 150 empresas do ecossistema do setor de comunicações – de fabricantes de equipamentos de infraestrutura a desenvolvedores de aplicativos para celular e tablet – e traça uma fotografia do nível e do tipo de inovação que caracterizam o mercado brasileiro de comunicações e internet.
     
    Essa pesquisa envolve todos os segmentos da cadeia produtiva das comunicações: fornecedores de produtos, fornecedores de software e serviços, operadoras de serviços de comunicações e desenvolvedores de aplicações e conteúdo.
     
    Os projetos inscritos são selecionados por categoria e avaliados por um júri de especialistas, composto por representantes do Governo, da Sociedade Civil e da Momento Editorial, que são especialistas no segmento. 
voltar